24 abril, 2015

Degustação: Mestre Cervejeiro Session Porter


Degustação da Session Porter produzida pela DUM para o aniversário de 10 anos do site e franquia de lojas do Mestre Cervejeiro.

Com 3,8% de teor alcoólico, escura no visual, creme bege de boa formação e duração.
No aroma, café, frutas escuras e chocolate. No paladar, corpo leve, chocolate e tostado. O amargor fica no aftertaste.
Boa cerveja e com ótima drinkability!

Veja o novo comercial da Boulevard Brewing (EUA)


Veja o novo comercial da Boulevard Brewing, que chega em breve no Brasil via importadora Interfood! Leia mais aqui.

23 abril, 2015

Degustação: Heretic Torment (EUA)


Degustação do rótulo norte-americana Heretic Torment, que chega no Brasil via importadora Radical Beers.

Uma Dark Belgian Ale, com 10% de teor alcoólico.
Escura no visual, creme bege de boa formação e duração.
No aroma, caramelo, castanhas, madeira e álcool. No paladar, corpo alto, castanhas, uva passas, álcool evidente e aquecimento no final do gole.
O aftertaste que fica é adocicado, lembra caramelo.

Kasteel Trignac XII chega no Brasil


A belga Kasteel Trignac XII (2013) é uma cerveja Tripel maturada em barris de conhaque francês, apresentada inicialmente em 2013 pela cervejaria Castle Brewery Van Honsebrouck e que chega ao mercado brasileiro via Meara Importação e Distribuição.

A cerveja, cujo nome faz referência à comunidade francesa de Trignac, teve produção limitada a 30.000 garrafas numeradas, sendo que para o Brasil veio lote único de 600 garrafas. Esta é a cerveja mais exclusiva produzida pela Castle Brewery Van Honsebrouck e também a mais alcoólica.

A Kasteel Triple é a base da Trignac XII que entra nos barris de carvalho (que antes de servirem para a maturação da cerveja são usados para amadurecer conhaque francês em um processo lento que dura dois anos e meio) com teor alcoólico de 11% ABV e após o processo de maturação é engarrafada com 12% ABV.

A Kasteel Trignac XII já pode ser encontrada nos pontos de venda em todo país. 

22 abril, 2015

Degustação: Adriaen Brouwer (Bélgica)


Degustação do rótulo belga Adriaen Brouwer, que chega no Brasil via importadora Get Your Beer.

Com 8,5% de teor alcoólico, caramelo no visual e creme bege de boa formação e duração.
Aroma de caramelo, compotas de doce, ameixas e bala toffee. No paladar, corpo médio, adocicada, frutada e álcool perceptível.
O aftertaste é adocicado e frutado.

Social Beers + 2Cabeças e Sixpoint = Imperial Stout com Cumaru


O Social Beers, primeira plataforma de financiamento coletivo do Brasil para a produção de cervejas artesanais, anuncia novo projeto colaborativo entre os mestres cervejeiros Bernardo Couto e Maíra Kimura, da 2Cabeças (Brasil), e Heather McReynolds, da americana Sixpoint. O projeto está disponível no site do Social Beers para colaboração dos usuários, que ganharão copos, camisetas e growlers customizados conforme volume colaborado.

A cerveja Ponta-Cabeça nasceu de um comentário no Instagram do perfil da Sixpoint, sugerindo que eles fizessem uma cerveja colaborativa com a 2 Cabeças, do Brasil.

O ponto de partida para a cervejaria americana era buscar um ingrediente brasileiro e esse intercâmbio de conhecimento entre os três profissionais teve como base uma receita que Bernardo havia feito anos atrás como cervejeiro caseiro: Imperial Stout com cumaru, uma semente típica da Amazônia com características que se assemelham a uma baunilha, com aparência escura e formato próximo ao de uma uva-seca. Os americanos adoraram a ideia e as duas equipes trabalharam juntas para reformular a receita e adaptá-la para uma planta industrial.

A base de grãos é bem complexa: são 8 maltes diferentes, resultando em uma cerveja com sabores bem intensos e marcantes, resultado dos maltes tostados, chocolate, caramelo. Esses maltes, junto com açúcar mascavo, serão responsáveis também pelos 10% de álcool desta cerveja!

Balanceando com todo o dulçor, sabores distintos dos maltes e a alta graduação alcoólica, o amargor aproximado será de 50 IBU, provenientes de 10kg de lúpulos alemães: Magnum e Tettnanger.

Além disso tudo, o Cumaru, que também é conhecido como ‘fava tonka’, tem um aroma único e é usado em doces da mesma maneira que a baunilha, assim como na perfumaria.

Ficou interessado? Entre aqui e participe do projeto!

21 abril, 2015

Degustação: Perro Libre 803 (Brasil)


Degustação do rótulo 803 da cervejaria gaúcha Perro Libre, uma Black Rye IPA feita contra o machismo. O nome da cerveja é a data do dia da mulher, 8 de março (803).

Com 7,4% de teor alcoólico, bem escura no visual e creme bege de boa formação e duração.
No aroma, cítrico, maracujá e leve tostado.
No paladar, corpo médio, torrado, amargor presente e que permanece no aftertaste.
Café bem destacado. Uma boa cerveja!

20 abril, 2015

Degustação: Halen Dubbel, Tripel e Quadrupel (Bélgica)


Degustação de três rótulos belgas da Halen: dubbel, tripel e quadrupel. As cervejas chegam no Brasil via importadora United Beers.


Halen Dubbel
Com 8% de teor alcoólico, marrom no visual, creme caramelo de boa formação e duração.
No aroma, frutas, café e doce de leite. No paladar, corpo médio, álcool bem inserido, adocicado presente e que permanece no aftertaste.


Halen Tripel
Com 9,1% de teor alcoólico, dourada, turva, cremosa e com espuma clara de boa formação e duração.
No aroma, um floral e frutado ficam em destaque. No paladar, corpo médio/alto, frutada e aquecimento no final do gole.
O aftertaste é frutado.


Halen Quadrupel
Com 12% de teor alcoólico, bem escura no visual, creme bege de ótima formação e duração.
No aroma, tostado e álcool. No paladar, corpo alto, café, álcool aparente e aquecimento no final do gole. O aftertaste é adocicado.

Mad Gulliver e Viajante Cervejeiro fecham parceria para criação de produtos



Mad Gulliver Creatives e Edson Carvalho fecham parceria para criação de produtos que levam a marca Viajante Cervejeiro para os entusiastas da cerveja.

Após a ação em conjunto no estande do Beertone durante o Festival Brasileiro da Cerveja em Blumenau, o Viajante Edson e Alexander, da Mad Gulliver iniciaram as conversas sobre futuros projetos, que tiveram início com a visita do Viajante Cervejeiro em São Paulo.

A parceria começa com o lançamento de uma série de produtos, que levam o tema “Follow your Style”® baseado nos caminhos e experiências do Viajante Cervejeiro para chegar a um novo bar, a uma nova cerveja.
O primeiro produto será um adesivo decorativo em vinil (80x27cm e 50x17,5 cm), que pode ser aplicado em superfícies lisas como paredes, geladeiras, vidros etc.


Após o lançamento estão programados outros produtos relacionados ao Viajante e que serão divulgadas nos canais oficiais das marcas envolvidas no projeto até culminar com a comemoração de 1 ano do projeto Viajante Cervejeiro, que acontecerá no início de Maio.

As ilustrações e estampas foram criadas pelo artista mexicano Sérgio Neri colaborador da Mad Gulliver em projetos voltados ao universo cervejeiro.


Os adesivos já estão disponíveis na loja do Beertone e em breve também disponíveis no site.
Conheça o facebook da Mad Gulliver.

17 abril, 2015

Degustação: Latas da Horny Goat (EUA)


Degustação de quatro rótulos em lata da cervejaria norte-americana Horny Goat, que chega no Brasil via importadora Divina Confraria.


Horny Goat Oktoberfest
Com 5,6% de teor alcoólico, dourada no visual e creme claro de boa formação e duração.
No aroma, o caramelo aparece bem destacado. No paladar, corpo leve, frutada e um adocicado moderado que persiste no aftertaste. Uma forte carga de malte.
Uma boa cerveja e fácil de tomar!



Horny Goat Watermelon Wheat
Cerveja de trigo com adição de suco de Melancia.
Com 5,6% de teor alcoólico, amarela e translúcida no visual. Creme claro de boa formação e duração.
No aroma, melancia. No paladar, corpo leve, refrescante e bem frutada. Aftertaste com leve adocicado, fácil de beber.




Horny Goat Tango Delta
Uma Tangerine IPA com 6,8% de teor alcoólico.
Alaranjada e translúcida no visual, com creme claro de boa formação e duração.
No aroma, casca de tangerina bem destacada, muito cítrica. No paladar, corpo leve, refrescante, o cítrico da casca de tangerina está bem marcante.
Boa drinkability! No aftertaste um amargor moderado e cítrico permanece na boca.
Com um leve aquecimento, a tangerina fica mais evidente! Boa cerveja, a melhor da degustação!


Horny Goat Laka Laka
Uma Hefeweizen com adição de suco de abacaxi. Com 5,1% de teor alcoólico, amarela, turva, creme claro de boa formação e duração.
No aroma um leve frutado que lembra abacaxi. No paladar, corpo leve, o abacaxi toma conta e acaba mascarando outros sabores. O aftertaste é um leve adocicado.

All Beers em Amsterdã para cobertura do Heineken Global Bartender 2015


O All Beers embarca essa semana para Amsterdã, na Holanda, para acompanhar de perto o Heineken Global Bartender 2015, que acontece na próxima quarta-feira, dia 22 de abril.

Em novembro de 2014 o All Beers foi um dos jurados da grande final que aconteceu em São Paulo. O vencedor e representante do Brasil em Amsterdã será Édipo Ortega, de Curitiba (PR).

Veja aqui a lista completa de todos os competidores do Heineken Global Bartender 2015.


Jurados do Heineken Global Bartenders - Final Brasil
  Raphael Rodrigues (All Beers), Juliate Rossi e Veridiana Carvalho (Heineken) e Fabio Wright (Taste and Fly) - Foto: Daniel Angeli


Édipo Ortega - representante do Brasil no Heineken Global Bartender 2015

Além da final, o All Beers vai acompanhar e registrar de perto todos os bastidores do evento e claro, algumas maravilhas de Amsterdã. Acompanhe nosso facebook para todas as novidades da Holanda!

Veja como foi o ambiente e a competição do melhor bartender do mundo em 2013:


16 abril, 2015

Conhece o Beerdogs - Craft Food?


O Beerdogs fica em Ribeirão Preto (SP), um projeto ainda em desenvolvimento e com produção bem artesanal e limitada.
Todos os produtos levam cerveja em sua receita, conheça alguns:

Beer Mustard: 
Produzida a partir dos grãos de mostarda que são hidratados com cerveja (IPA). É um produto que leva em média 7 dias para ser envasado, com mel e outros ingredientes. Levemente doce, porém com final meio picante, resultado da concentração de grãos.

Atomic Pepper:
Molho de Pimenta com cerveja Red Ale e Pitanga.
Molho de pimenta agridoce, o sabor que prevalece é o da pitanga. Nível de picância baixo.

Farofa de Malte com bacon: Feita a partir de farinha de mandioca com malte Viena, a forafa é temperada e leva bacon.

Red Jelly Ale: Geleia de cerveja Red Ale com framboesas lupuladas

Beerckles: Produto ainda em fase de teste, Pickles de Pepino curtido na cerveja.


Ficou interessado? Entre no facebook deles e fique por dentro das novidades.

Cerveja mexicana "Day of the Dead" chega no Brasil


A importadora Uniland trouxe para o Brasil alguns rótulos da Cerveceria Mexicana, são seis rótulos da série “Day of the Dead”, a Mexicali e a Red Pig Mexican Ale.
A cervejaria está localizada em Tecate, no México, é a terceira maior cervejaria do país e produz mais de 40 rótulos.

Série “Day of the Dead” (Día de los Muertos)
Série mais premiada da cervejaria, a “Day of The Dead” (ou Dia de los Muertos) apresenta a imagem tão popular da caveira mexicana que é a maneira com que os mexicanos brincam com a morte e o desconhecido.

Amber Ale - 5,5% ABV (330 ml)
Blond Ale - 5,6% ABV (330 ml)
Doa IPA - 6,8% ABV (330 ml)
Hefeweizen - 5,5% ABV (330 ml)
Pale Ale - 4,8% ABV (330 ml)
Porter - 5% ABV (330 ml)

As cervejas devem chegar em breve nos pontos de venda, mas quatro rótulos já podem ser encomendados no beer pack do Clube do Malte, aqui.

Serra de Três Pontas lança Branca de Brett


A Cervejaria Serra de Três Pontas lança seu novo rótulo, a Branca de Brett, uma American Wheat elaborada com os lúpulos Mosaic e Citra e fermentada com Brettanomyces Trois, um tipo de levedura que consome tudo que encontra pela frente.
Com 5,5% de teor alcoólico e 40 IBU (Unidade de Amargor), ela é refrescante e complexa no paladar, e apresenta aromas frutados que lembram abacaxi e laranja.

O nome Branca de Brett é uma brincadeira com a cor branca da cerveja e com o nome da Blanche de Neiges, uma witbier. Como a nossa cerveja leva brettanomyces, que é uma levedura bem resistente e que tem a capacidade de comer uma gama muito grande de açúcares, fizemos a brincadeira”. Comenta Bruno Moreno, proprietário da STP.

A distribuição acontece via Multibeer. A STP Branca de Brett é uma cerveja sazonal, que será feita novamente apenas em 2016.

Sobre o rótulo, colocamos uma branca de neve quase zumbi, e tivemos a ideia de uma capa antiga de livro de contos”, finaliza Bruno.

O lançamento oficial acontece hoje no Empório Alto dos Pinheiros - 19h.

INFO
Lançamento oficial da STP Branca de Brett

Data: 16/04
Local: Empório Alto dos Pinheiros
Rua Vupabuçu, 305, Pinheiros
Horário: 19h

15 abril, 2015

Degustação: Schneider Weisse Tap6, TapX e Aventinus Eisbock (Alemanha)


Degustação de três rótulos da cervejaria alemã Schneider Weisse, que chega no Brasil via importadora Stuttgart. Os rótulos degustados foram: Tap6, TapX e Aventinus Eisbock.


Schneider Weisse Tap6 - Unser Aventinus
Criada por uma mulher, Mathilde Schneider, em 1907, é a mais antiga cerveja do estilo weizendoppelbock do mundo.
Com 8,2% de teor alcoólico, caramelo no visual e creme bege de boa formação e duração.
No aroma, um leve adocicado que lembra um doce, castanhas e tostado.
No paladar, corpo médio, aquecimento no final do gole, frutas escuras, ameixas e tostado.
Boa cerveja que deve ser apreciada!



Schneider Weisse TapX - Mein Aventinus Barrique
A famosa Tap 6 Aventinus e a Aventinus Eisbock maturam em diferentes barris antes do blend. Logo depois, acontece uma maturação em barricas de carvalho americano Pinot Noir por 8 meses. Em edição limitada e especial, a TapX apresenta 9,5% de teor alcoólico.

No visual, marrom terra, creme claro de baixa formação e duração. Baixa carbonatação.
No aroma, parece que estamos diante de um vinho, extremamente frutada, uvas e madeira se destacam. Com um leve aquecimento o álcool aparece.

No paladar, corpo alto, acidez presente e muito agradável! A complexidade da barrica de Pinot Noir aparece na boca, uva, frutas vermelhas e um leve toque de baunilha. Álcool bem inserido, muito  equilibrada.
No afteraste, um frutado duradouro. Ótima cerveja!



Schneider Weisse Aventinus Eisbock
Elaborada a partir da Aventinus Tap 6, ela passa por um processo de congelamento e extração de parte da água. Com 12% de teor alcoólico.
Marrom no visual, turva e creme bege de boa formação e duração.
No aroma, frutas escuras e baunilha.
No paladar, corpo alto, aquecimento no final do gole devido ao alto teor alcoólico, ameixas, baunilha e frutas silvestres. No aftertaste um leve adocicado permanece na boca. Boa!

Hoje: Lançamento oficial da J.Beer Amber Ale


Já sabe o que vai fazer hoje de noite?
Hoje acontece o lançamento oficial da J.Beer Amber Ale no Empório Alto dos Pinheiros, em São Paulo.
Uma American Amber Ale, com 5,5% de teor alcoólico e 30 IBU (Unidade de Amargor). A cerveja foi produzida na Blondine e a distribuição acontece via MultiBeer.

Confirme sua presença no evento.

Veja o cronograma de lançamento da J.Beer Amber Ale
:


INFO
Lançamento oficial da J.Beer Amber Ale
Data: 15/04
Local: Empório Alto dos Pinheiros
Rua Vupabuçu, 305, Pinheiros
Horário: 19h

Weird Barrel Brewpub: Veja como foi o evento de abertura


Torneiras de chope e Tap Handle estilizado

Aconteceu ontem em Ribeirão Preto (SP), um evento fechado para convidados e amigos no Weird Barrel Brewpub. O All Beers não poderia perder essa festa e contou com a colaboração da nossa representante na cidade, Bia Amorim.
O brewpub abre oficialmente hoje, mas claro, o All Beers mostra antes como está o local!

Rafa Moschetta - sócio proprietário da Weird Barrel
Como já comentamos no começo da semana, hoje serão servidos três chopes da Weird Barrel, a Bad Luck (Fruit beer com frutas vermelhas), Pirate’s Flip (Session IPA com Gengibre) e a Naughty Grog (Black IPA).
Na semana seguinte entram mais dois chopes na lista, a Royal Navy (ESB) e a Midnight Pap (Oatmeal Stout).


INFO
Weird Barrel Brewpub

Inauguração: 15/04 (quarta feira) – 18h
Endereço: Rua Altino Arantes, 1854
Ribeirão Preto – SP
Horário de funcionamento: terça a domingo – 18h

14 abril, 2015

Degustação: Cuvée des Jacobins Rouge (Bélgica)


Degustação do rótulo belga Cuvée des Jacobins Rouge, que chega no Brasil via importadora Get Your Beer.

Uma Flanders Red Ale com 5,5% de teor alcoólico e que fica no mínimo 18 meses maturando em barris de carvalho francês.
Cobre no visual, quase avermelhada, linda na taça! Creme bege de boa formação e duração.
No aroma, muito complexa! Características fortes de temperos, celeiro, frutado e azedo.
No paladar, corpo médio, acidez e azedo estão bem realçados. Frutado aparente que permanece no aftertaste.

Muito boa! Não é uma cerveja indicada para quem não conhece o estilo, mas para aqueles que admiram, um ótimo rótulo disponível no Brasil!

Brewdog: Veja a lista de novidades que chegam no Brasil


A cervejaria escocesa Brewdog não para, veja a lista de lançamentos que devem chegar no final do mês nos pontos de venda em todo Brasil.
O All Beers conseguiu a lista na fonte, ou seja, via Interfood, importadora da marca no Brasil.
Dois rótulos chegam para reposição: Nanny State (sem álcool - 0,5% ABV) e Zeitgeist (Schwarzbier).

Brewdog Prototype All Day Long - Mild | 2.7% ABV
Brewdog Prototype Hop Fiction - IPA | 6,5% ABV
Brewdog Prototype Vagabond Pale Ale - Pale Ale sem glúten | 4,5% ABV
Brewdog Prototype Alt Amber - Altbier | 5,2% ABV

Brewdog Russian Doll IPA - IPA | 6% ABV
Brewdog Russian Doll Barley Wine - Barley Wine | 10% ABV

Brewdog U-Boat
- Smoked | 8,5% ABV (cerveja colaborativa com Victory Brewing - EUA)

Divulgados os rótulos da Bohemia Bela Rosa, Jabutipa e Caã-Yari


Foi em 2014 que a Bohemia entrou pela porta da frente no mercado de cervejas artesanais com a Bohemia Reserva e logo depois com as novidades Bela Rosa, Jabutipa e Caã-Yari. Na ocasião, as três últimas foram apresentadas apenas no formato chope em alguns festivais e bares.

Hoje foi divulgada a arte dos rótulos nas garrafas de 600ml (foto acima). As garrafas da linha "Sabores do Brasil" devem chegar no final de abril nos pontos de venda.

O All Beers fez a degustação do trio acima durante o Mondial de La Bière 2014, no Rio de Janeiro.


Bohemia JabutIPA
Uma IPA com Jabuticaba, cobre na coloração, espuma clara de boa formação e duração.
Amargor moderado que persiste no aftertaste. Refrescante, boa drinkability e final seco. Senti algo frutado no aroma, mas não posso afirmar que seja da jabuticaba.
Boa IPA!

Bohemia Bela Rosa
Uma witbier com Pimenta Rosa, que não apresenta a propriedade de ardência no paladar. Amarelada e turva no visual, corpo leve, aromas típicos de uma wit, com um pouco mais de especiarias, provavelmente da pimenta rosa.
Sem picância, muito refrescante e fácil de beber. Boa!

Bohemia Caã-Yari
Uma blond Ale com erva-mate. Dourada no visual e algo campestre no aroma.
Na boca ela tem mais destaque, especiarias e final levemente adocicado.
Boa drinkability!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...