23 julho, 2014

Resenha: The Brew Dogs - Season 2 - EP. 04 - Delaware (Dogfish Head Brewery)


No quarto episódio de Brew Dogs, exibido pela Esquire Network, James e Martin foram para Delaware, produzir a cerveja mais veloz já feita no mundo.

Para isso, foram na Dogfish Head fazer uma Saison com Sam Calagione, mas nada dentro da cervejaria e sim em uma pista de corrida para produzir tudo em um carro de alta velocidade, adaptado para o programa.

O formato continua o mesmo da primeira temporada, com a degustação para iniciantes e boas indicações de bares e cervejarias locais.

Degusta Beer & Food 2014: Programação divulgada e All Beers participando do Fórum


A programação da estreia do Degusta Beer & Food em versão anual e independente da Brasil Brau foi divulgada e conta com participação do All Beers em um dos fóruns (veja programação no final do post).

Dezenas de produtores de cerveja artesanal, importadores e marcas relacionadas aos universos cervejeiro e gastronômico estarão presentes. Os visitantes poderão percorrer os stands provando muitos dos melhores rótulos e petiscos brasileiros, se inteirar de temas atuais para do cenário internacional e interagir com especialistas de diversas áreas.


O Degusta Beer & Food ocupará 5 mil m² do Centro de Convenções Imigrantes, em São Paulo, de 1º a 3 de agosto. A iniciativa nasceu como “Degusta Beer” dentro da Brasil Brau, bienal de cerveja voltada para tecnologia e negócios do setor e a partir de 2014, incorpora o conceito &Food e ganha carreia própria com edições anuais. 


Os ingressos já estão à venda pelo site oficial e dão direito a uma tulipa para degustação das cervejas. As Palestras, Fóruns e Degustas são gratuitas mediante inscrição horas antes de acontecerem e lotação de 100 lugares.




A área de stands terá muitas cervejarias já consagradas, assim como revelações de diferentes estados: Ampolis, Backer, Baden Baden, Besten, Bodebrown, Cervejaria Landel, Cervejaria Nacional, Colorado, Dom Haus, Eisenbahn, Gram Bier, Insana, Invicta, Júpiter, Madalena, Ravache, Therezópolis, Urbana. 

Para comer, os destaques são: A Queijaria, Aconchego Carioca, Buzina Food Truck, Frangó e Juliette. 

Várias marcas ligadas à cerveja e gastronomia também estarão presentes: Alumiart Falcão, Beer Maniacs, Beer Planet, Best Beers, Bier & Wein, Brave Company, Buena Beer, Festival Brasileiro da Cerveja, H Martin, Meara, My Beer, Revista da Cerveja, Revista Menu, Ruvolo, Spülboy e Underberg.

Presenças Internacionais



Três palestrantes internacionais confirmaram presença: A canadense Jeannine Marois, presidente do Mondial de La Bière no Canadá, França e Brasil, participa do fórum sobre o mercado cervejeiro com iniciativas que promovem e divulgam o setor. O alemão Michael Zepf, diretor de educação da Doemens Akademie, de Munique, fala sobre Cervejas ácidas. E o libanês Mazen Hajjar, produtor  da 961 Beer, apresenta rótulos que acabam de chegar ao país.

Fóruns:

SEXTA-FEIRA, 01 de agosto
15h às 15h45
DEGUSTA: CERVEJA NA ALTA GASTRONOMIA 
Com o chef consultor Luiz Antonio Caropreso

17h às 17h45
FÓRUM: MILHO E ARROZ: VILÕES NA CERVEJA, HERÓIS NA GASTRONOMIA
Mediadora: Cilene Saorin
O milho e o arroz são alimentos nobres no prato, importantes na cultura gastronômica de diversos povos pelo seu sabores e valores nutricionais. Por outro lado, estas mesmas matérias primas são vistas de forma diminutiva quando inseridas em receitas de cerveja. Será que é justo?

Debatedores: 
Ailin Aleixo, jornalista e criadora do site Gastrolândia
Bia Marques, Revista Menu
Heloisa Lupinacci, O Estado de São Paulo
Raphael Rodrigues, All Beers
Luis Celso Jr, Jornalista e sommelier de cervejas, Bar do Celso

18h às 18h45
DEGUSTA: CERVEJAS PARA NAMORAR
Com a sommelier Tatiana Spogis e o chef Ronaldo Rossi
Quer fazer bonito com sua parceira ou parceiro? Quer esquentar uma relação ou instigar o início de uma? Nunca pensou que a cerveja pudesse ser uma opção de bebida romântica e sedutora? Então venha participar desta palestra descontraída com dicas especiais de como escolher boas cervejas para namorar, incluindo a degustação de três rótulos especiais.

19h -19h45
FÓRUM: CERVEJA E CRIATIVIDADE
Mediador: Bruno Couto
A CRIATIVIDADE NO MERCADO CERVEJEIRO: A intensidade criativa da cerveja brasileira se reflete nos mais diversos empreendimentos cervejeiros. Convidaremos alguns especialistas desse mercado que usam a criatividade como motor para suas iniciativas.

20h às 20h45
DEGUSTA: AS CLÁSSICAS CERVEJAS ÁCIDAS BELGAS
Com o Diretor de educação da Doemens Akademie, de Munique, na Alemanha, Michael Zepf
(Palestra em inglês com tradução consecutiva para português)

SÁBADO, 02 de agosto
15h às 15h45
PALESTRA: INFLUÊNCIA DA ÁGUA NA QUALIDADE DA CERVEJA - MITO OU VERDADE?
Com Katia Jorge
Nos dias de hoje, temos grande variedade de sistemas de tratamento de água e, por essa razão, a qualidade da água natural de um determinado local deixou de ser um diferencial das cervejarias. Porém, não devemos esquecer que águas captadas, já com melhor qualidade, demandam menor custo com tratamento para torná-las "cervejeiras".  Esses tratamentos podem variar desde sistemas simples como decantação, ajuste de dureza e pH, cloração ou decloração, etc, até sistemas mais avançados como osmose reversa, ultrafiltração, dentre outros. Todos com o intuito de adequar certos parâmetros de qualidade da água. No passado, esses ajustes não aconteciam e as características das águas locais eram mantidas e transferidas às cervejas, resultando em perfis sensoriais individuais, identificados e pertinentes aos estilos dessas cervejas. 

17h às 17h45
DEGUSTAÇÃO: 961, A CERVEJA DO ORIENTE MÉDIO
Com o produtor libanês Mazen Hajjar e o importador Patick Bare, da Brave Company
A cerveja libanesa 961, chega ao Brasil e será apresentada no Degusta Beer&Food por Patrick Bare e Mazen Hajjar. A palestra será ministrada em inglês e terá tradução consecutiva para português. 
Lançamento: Chope 961 será servido ao público brasileiro pela primeira vez no evento

18h – 18h45
DEGUSTA: CERVEJAS & QUEIJOS 
Com Fernando Oliveira, da A Queijaria, e o sommelier de cervejas Daniel Martins
Aprofundamento no conceito de harmonização entre Cervejas & Queijos que destaca as produções artesanais de cada ingrediente

19h -19h45
FÓRUM: CERVEJA E CRIATIVIDADE
Mediador: Bruno Couto
A CRIATIVIDADE NAS CERVEJARIAS: Algumas das mais reconhecidas cervejarias brasileiras abusam da criatividade como ingrediente principal na produção cervejeira.

20h – 20h45
DEGUSTA: A ROTA DO BUZINA
Com Jorge Gonzalez e Marcio Silva, do Buzina Food Truck, e a sommelier Tatiana Spogis

21h – 21h45
DEGUSTA: CERVEJA PARA OS QUE ACHAM QUE NÃO GOSTAM DE CERVEJA
Com o sommelier José Marcio Cunha

DOMINGO, 03 de agosto
17h -17h45
DEGUSTA: CHÁ HARMONIZA COM CERVEJA?
Com: Carla Saueressig e Cilene Saorin
Parece estranho e inusitado, mas pode surpreender como uma prazerosa experiência líquida. Descubra como combinar chás gelados e cervejas com a apresentação de quatro duetos.

19h -19h45
FÓRUM: CERVEJA E CRIATIVIDADE
Mediador: Bruno Couto
A CRIATIVIDADE DAS PANELAS PARA AS CERVEJARIAS: A liberdade criativa do cervejeiro caseiro está invadindo os balcões e prateleiras cervejeiras desde que começaram a surgir as primeiras cervejarias ciganas no Brasil. Convidaremos alguns dos expoentes desse mercado para contar sobre as experiências e os desafios nessa transição.

Serviço: Site oficial e venda de ingressos
Quando: 1º a 3 de Agosto de 2014

Onde: Centro de Convenções Imigrantes - Rodovia Imigrantes km 1,5 – São Paulo, SP
Quanto: Venda antecipada de ingressos: R$ 40. Nos dias do evento: R$ 50 (Palestras e fóruns grátis com vagas limitadas por ordem de chegada)

Fernanda Meybom: Veja como foi o DUM Day IV


A Dum Cervejaria comemorou seu 4º aniversário com um grande evento no último fim de semana em Curitiba/PR. É o segundo ano que participo da festa e definitivamente, o festival virou evento obrigatório no meu calendário cervejeiro. Este ano o local mudou para um maior e ao invés de um dia, foram dois. 

Desta vez, o destaque não foi “apenas” as mais de 60 cervejas especiais, (a lista foi publicada aqui), mas também à gastronomia, com opções gourmet, como massas, hambúrguer de costela, barreado paranaense, sanduíche de carne de porco com couve e molho de amora, brigadeiros de cerveja e a hop sausage, que foi o meu sanduíche favorito. 


A Hop Sausage era um sanduíche de linguiça alemã com lúpulo acompanhado de repolho e com 5 opções de molho: maionese com ervas e outros 4 molhos com cervejas da Dum: Ketchup com Jan Kubis, Barbecue com Petroleum, Mostarda com Gran Cru, e Chutney de manga com a cerveja lançamento, a Karel IV


Como não podia deixar de ser, o grande destaque da festa foi o lançamento do 4° rótulo da marca a Karel IV
O nome da cerveja é uma homenagem a um rei da antiga Tchecoslováquia, hoje República Tcheca, que marcou história como um dos mais importantes. A cerveja que é classificada como uma Imperial American Pale Lager, tem 8,4% ABV e 84 IBUs (índice de amargor da cerveja). 
Além disso, a festa incluiu boa música e bons amigos, perfeito para um festival de cervejas! 

Veja algumas fotos do evento:


Fernanda Meybom e Murilo Foltran (Cervejaria DUM)




Gostou?

Amanhã aqui no All Beers!


22 julho, 2014

Depois da Cafuza, surge a Noturna Green Dream!

Versão com rótulo caseiro da Noturna Green Dream

A STP Cafuza chegou e atropelou todo mundo, mas agora recupere o fôlego pois outra cerveja está nascendo do projeto entre as cervejarias Serra de três Pontas (STP), Noturna e Prima Satt.

Novamente com produção na cervejaria Invicta, em Ribeirão Preto/SP, agora será a vez da Noturna apresentar sua cerveja ao grande público, e a escolhida foi a Green Dream, uma IPA com 7,5% de teor alcoólico e 80 IBU's (Unidade de Amargor). 

"A primeira leva da Noturna Green Dream foi feita na panela e teve o lúpulo Cascade em flor", comenta Luciano, dono da cervejaria Noturna.

A brassagem está agendada para o dia 25 de julho e a previsão de lançamento oficial para o final de agosto.

Assim como a STP Cafuza, ela será distribuída pela Multicarnes.

Avelar Jr - Coluna 05: Uma pequena Bélgica na grande Boston


Numa agradável noite de primavera, a garota de vinte e poucos anos, braço tatuado e cabelo ligeiramente despenteado, se desdobra para atender as mesas. Os três senhores, que parecem ser amigos de longa data, já estão na terceira rodada. Os estudantes barulhentos não conseguem se decidir e o casal de namorados, ao meu lado, faz cara de interrogação diante de tantos estilos e nomes pra lá de incomuns da carta de cerveja. 

Na medida que a noite avança, a casa vai ficando mais cheia e o rapaz alto na porta, (que segue a risca o perfil hipster), faz às vezes de hostess e porteiro, organizando a fila e conferindo a identidade dos mais jovens. 

Cenas como esta se repetem constantemente na Beacon Street, na cidade de Brookline.
Brookline, que faz parte da grande Boston, é local de uma agitada vida noturna, abastecida pelo enorme número de universitários que vivem nas redondezas. Local de nascimento do ex-presidente John Kennedy e com forte influência de imigrantes irlandeses, é aqui que se encontra o The Publick House
O nome remete a um pub londrino, mas bate um coração belga no fundo de suas geladeiras. 
Este é, na minha opinião, o melhor local para se apreciar uma cerveja artesanal na região. Não é onde se encontra o maior número de torneiras (35 contra 112 do Sunset Grill) e nem o cardápio mais variado, mas é um bar e restaurante que esbanja charme.

O The Publick House tem construído, no decorrer dos anos, uma enorme reputação entre os apreciadores de cerveja. A carta varia desde lançamentos como a Dogfish Head Rosabi, até a tradicional  O'Hara's Irish Stout (já falei sobre a grande influência irlandesa em Boston?). Mas o grande foco da casa são as cervejas belgas. O cardápio é inclusive dividido entre cervejas originais da Bélgica e cervejas americanas de estilo belga. Dupont, Allagash, Duvel e Ommegang são presença constante nas torneiras da casa.


O respeito com que se trata a cerveja é outro ponto crucial. Toda cerveja é servida na temperatura correta, no copo próprio (a Pauwel Kwak, que ilustra este texto, não me deixa mentir) e os funcionários são muito bem capacitados, sempre aptos a tirar dúvidas e oferecer uma amostra antes de fazer o pedido. 
Este é um ponto de parada obrigatório para quem vier a Boston. Não foi a toa que o colunista do jornal Boston Globe, Gary Dzen, disse: “The Publick House may not have the most beer, but it has the best beer”. 

Em uma reportagem publicado no início deste ano, a revista Draft Magazine colocou o The Publick House entre os 100 melhores bares de cerveja dos Estados Unidos. Os outros dois bares da grande Boston que também fazem parte da lista são o Deep Ellum e o Lord Hobo, o que mostra que motivos para visitar a região não faltam.


Além da Pauwel Kwak, na garrafa, eu degustei uma Petrus Oud Bruin e uma Allagash Victor direto da torneira. Tudo isto acompanhado de um delicioso Fish & Chips e uma ótima companhia, a minha vontade era de parar o tempo. Mas a noite avança e chegou a hora de ir embora. 
Os velhos amigos, ao que parece, já estão na quinta rodada. Os estudantes continuam barulhentos e o casal de namorados, bem, estes dois estão na primeira rodada e continuam lendo o cardápio como se estivesse traduzindo hieróglifos. Eu entendo, sair do mundo monótono e de sabor único das cervejas lights para mergulhar na pluralidade de sabores das cervejas artesanais nem sempre é das tarefas mais fáceis.

Cheers

Gostou? 
Veja outras colunas direto dos Estados Unidos, feitas pelo Avelar Jr.

Stone Brewing anuncia nova cervejaria em Berlim e parcerias para Financiamento Coletivo


A Stone Brewing (EUA) anunciou sua nova cervejaria em território europeu, para ser mais exato, a 10º maior cervejaria artesanal dos Estados Unidos monta uma nova fábrica em Berlim (Alemanha).
A previsão de término da reforma é para final de 2015 e início de 2016. O local era uma antiga área histórica de produção de gás para aquecimento e iluminação.


Veja o vídeo abaixo e entenda quando e como tudo isso começou:



Para que tudo isso funcione, a Stone criou um financiamento coletivo, e você pode ganhar cervejas exclusivas feitas em colaboração com outras cervejarias do mundo como Brewdog, Dogfish Head e Baladin, produtos da marca e muito mais.
Para financiar uma parte do projeto e entender melhor, entre aqui.


Veja as cervejas colaborativas que nascem para o financiamento coletivo da Stone Brewing Berlin:

Brewdog - Special Bashah


Dogfish Head - Imperial Royal Imperial Saison du BUFF


Baladin - Super Duper Arrogant

21 julho, 2014

Degustação: Son of a Beer American Wheat, Vanilla IPA, Oak IPA e 2x Pale Ale.


Degustação de quatro rótulos da Son of a Beer: American Wheat, Vanilla IPA, Oak IPA e 2x Pale Ale
Lembrando que a SOB ainda não tem registro (MAPA), ou seja, não pode ser encontrada em lojas.


SOB American Wheat
No visual, uma cerveja turva, creme claro de boa formação e duração.
No aroma, uma cerveja bem perfumada, dry hopping funcionou muito bem aqui.
No paladar, corpo médio, amargor persistente que fica no aftertaste. Boa drinkability.


SOB Vanilla IPA
Com 5,6% de teor alcoólico e 62 IBUs (Unidade de amargor). Tive a oportunidade de degustar essa cerveja duas vezes, logo quando ela ficou pronta (muito fresca) e duas semanas depois.

No visual, Cobre, espuma clara de boa formação e duração. No aroma, a baunilha aparece com força total, deixando o aroma cítrico do lúpulo um pouco escondido.
No paladar, amargor presente e muito bem acompanhado com um leve adocicado da baunilha. Durante o gole você percebe as fases do amargor e adocicado dentro da boca.
Uma ótima cerveja para quem quer começar com o estilo IPA!

Entre as duas degustações que fiz, a baunilha perdeu levemente a força no exemplar degustado duas semanas depois, mas com certeza estava lá, dominando o aroma e paladar. Ótima cerveja!


SOB Oak IPA
Com 5,6% de teor alcoólico e 62 IBUs (Unidade de Amargor).
No visual, cobre, espuma clara de media formação e duração, e com muita qualidade, deixou redes no copo todo.
No aroma, frutada, cítrica, muito aromática!
No paladar, amargor aparece e com personalidade, o próximo gole se torna necessário para entender o que está acontecendo! Uma ótima cerveja!


SOB 2x Pale Ale
Com 5,7% de teor alcoólico e 59 IBUs (Unidade de Amargor), uma cerveja alaranjada no visual, turva, bonita e com creme claro de boa formação e duração.
No aroma, muito frutada!
No paladar, refrescante, corpo médio, amarga e as frutas cítricas também invadem sua boca! Muito fácil de beber e aftertaste amargo. 

Dieu Du Ciel!: Melhor cervejaria artesanal do Canadá chega no Brasil

Dieu du Ciel Aphrodisiaque

Chega no Brasil nos próximos dias uma das cervejarias mais premiadas do Canadá, a Dieu du Ciel!, via importadora Best Beers.
Para termos uma ideia, no top 50 de cervejas canadenses feito pelo site Rate Beer (EUA), a Dieu du Ciel aparece 11 vezes, ou seja, é uma grande nome no mercado mundial de cervejas.

Conheça os dez rótulos que chegam por aqui:

Corne Du Diable - IPA (6,5% ABV) - Nota 97 no Rate Beer
Moralité - IPA (7% ABV) - Nota 99 no Rate Beer
Pénombre - Black IPA (6,5% ABV) - Nota 95 no Rate Beer
Route des Épices - Amber Ale (5% ABV) - Nota 85 no Rate Beer
Aphrodisiaque - Stout (6,5% ABV) - Nota 100 no Rate Beer



Blanche Neige - Imperial Wit (8,3% ABV) - Nota 95 no Rate Beer
Blanche du Paradis - Wit (5,5% ABV) - Nota 94 no Rate Beer
Rosée d'Hibiscus - Wit (5,9% ABV) - Nota 89 no Rate Beer
Péché Mortel - Imperial Stout (9,5% ABV) - Nota 100 no Rate Beer
Péché Mortel Bourbon Oak Aged - Imperial Stout (9,5% ABV) - Nota 100 no Rate Beer (mesma cerveja, mas envelhecida em barris de carvalho americano usados para Bourbon).

Veja uma entrevista com Jean-Francois Gravel, um dos proprietários da Dieu du Ciel:

18 julho, 2014

Festival Brasileiro da Cerveja 2015 confirma data oficial e anuncia mudanças

Foto: Fernanda Meybom 

Na noite de ontem (17/07) aconteceu no setor 1 do Parque Vila Germânica, o evento oficial de lançamento do Festival Brasileiro da Cerveja 2015 e nossa colaboradora, Fernanda Meybom estava lá.

O presidente do Parque, Ricardo Stodieck, confirmou o evento para os dias 11, 12, 13 e 14 de março. 
Em 2015, os dois setores serão mantidos, mas os espaços serão redistribuídos, somando um total de 119 stands, 25 a mais do que na edição anterior. 



A venda dos estandes será feita em lotes e adotando alguns critérios:

1º lote – Vendas serão iniciadas no dia 11 de agosto, estendendo-se até o dia 22 do mesmo mês. Nesta fase, poderão fazer reservas de estandes as cervejarias que participaram do evento em três ou mais edições.
2º lote – As vendas do 2º lote acontecerão no período de 25 de agosto a 5 de setembro. Neste lote os estandes poderão ser reservados exclusivamente por cervejarias que participaram do Festival em até duas edições.
3º lote – Vendas acontecerão entre os dias 8 e 22 de setembro. Neste período e lote é a vez de todos os expositores que não são cervejarias, independente de já terem participado ou não de outras edições do evento, assim como cervejarias que desejam participar pela primeira vez, fazerem sua reserva.

Todas as reservas e compra de estandes devem ser feitas pelo site do Festival.

A área gastronômica do Festival Brasileiro da Cerveja 2015 será ampliada. Os estandes foram reformulados, atendendo às solicitações de ampliação de espaço para a melhora da operação interna e atendimento. 


Fernanda Meybom (Colaboradora do All Beers) e Amanda Reitenbach (Organizadora do Concurso Brasileiro da Cerveja).

3º Concurso Brasileiro de Cervejas 

Com o crescimento de mais 90% de inscritos na segunda edição do Concurso, realizada em 2014, e ainda analisando os feedbacks dos que participaram, a coordenação do Concurso já adianta que ele deve passar por readequações. 
Os processos de inscrição e avaliação são pontos que devem ser reformulados. O prazo de inscrições para o 3º Concurso Brasileiro de Cervejas inicia no dia 25 de novembro de 2014, seguindo até o dia 30 de janeiro de 2015.

Veja como foi a edição de 2014:


All Beers no Festival Brasileiro da Cerveja 2014 from All Beers on Vimeo.

Brouwerij 't IJ (Holanda): Em breve no Brasil e Colaborativa com Cervejaria Urbana e Social Beers


A Brouwerij 't IJ (Holanda) deve chegar no Brasil até o final do ano, via importadora Beer Concept. Segundo o proprietário da importadora, Rodrigo Mendes, depende apenas da produção da cervejaria para que seja fechado o contâiner.

Nos próximos meses chega no Brasil uma colaborativa entre Brouwerij 't IJ e De Molen, uma Double IPA, veja mais aqui.

A nossa colaboradora Fernanda Meybom, esteve na Holanda e visitou a Brouwerij 't ij, leia o texto dela sobre a cervejaria.

Enquanto não chega a cerveja, o dono da cervejaria, Patrick Hendrikse esteve no Brasil durante o mês de julho para acompanhar a Copa do Mundo e fazer uma cerveja colaborativa com a Urbana, intermediada pelo Social Beers

A cerveja já está quase pronta, se chama Nieuw West, uma Quadrupel Hop com 10,5% de teor alcoólico e 45 IBUs (Unidade de Amargor). 
Essa cerveja será distribuída apenas para quem investiu no financiamento coletivo do Social Beers. Veja o projeto e participe dos próximos!

Veja Patrick Hendrikse falando sobre a cerveja:


Brouwerij 't IJ + Urbana – TEASER from Social Beers on Vimeo.

17 julho, 2014

Resenha: The Brew Dogs - Season 2 - EP. 03 - Las Vegas (Tenaya Creek Brewery)


No terceiro episódio de Brew Dogs, exibido pela Esquire Network, James e Martin foram para Las Vegas, produzir a cerveja mais cara já feita.
Para isso, foram na Tenaya Creek fazer uma Golden Stout, isso mesmo, com ingredientes exóticos e caros como Tahitian Vanilla Bean, Saffron, água da Nova Zelândia, Tanzanian Cocoa nibs, Tuber Melanosporum Truffle, Kopi Luwak Coffee e ouro comestível.

Confesso que com todos esses ingredientes, realmente fiquei com vontade de degustar essa golden stout.

O formato continua o mesmo da primeira temporada, com a degustação para iniciantes e boas indicações de bares e cervejarias locais.

Prairie Artisan Ales (EUA) chega com 5 rótulos no Brasil

Prairie Wine Barrel Noir

A cervejaria norte-americana Prairie Artisan Ales chega no Brasil em agosto, via importadora Beer Legends. Segundo a própria cervejaria já postou em seu site oficial, serão cinco rótulos: Birra, Ale, Bomb, Funky Gold Mosaic e Wine Barrel Noir.

A cervejaria foi criada pelos irmãos Chase Healey, basicamente responsável pelas cervejas e Colin Healey, responsável pela arte dos rótulos.

Conheça os rótulos:

Prairie Birra
Praticamente uma Session Saison, com 4,5% de teor alcoólico e nota 95 no Rate Beer.

Prairie Ale
Uma Saison com 8,2% de teor alcoólico e nota 98 no Rate Beer. Feita com um mix de levedura ale, de vinho e brettanomyces.




Prairie Bomb
Uma Imperial Stout, com 14% de teor alcoólico e nota 100 no Rate Beer. Envelhecida com café, baunilha, pimenta e cacau.

Prairie Funky Gold Mosaic
Uma Sour com 6,5% de teor alcoólico e dry hopping de lúpulo Mosaic. 

Prairie Wine Barrel Noir
Uma Imperial Stout com 11% de teor alcoólico e nota 99 no Rate Beer. Envelhecida em barris de vinho tinto.

Veja uma entrevista e degustação com um dos donos da cervejaria, Chase Healey:


An Interview w/ Prairie Artisan Ales - Episode #200 from The Beer Temple on Vimeo.

16 julho, 2014

Degustação: Crew Republic (Alemanha): Munich Summer, Roundhouse Kick e X 2.0


Degustação de três rótulos da Crew Republic (Alemanha), que chega no Brasil via importadora Birgit e com distribuição da BeerManiacs.

A Crew Republic faz parte da nova escola alemã de cervejas, com estilos mais ousados e criativos, mas sim, respeitando a Lei da Pureza e toda tradição que existe por lá.


Crew Republic Munich Summer
Uma blond ale de estilo, com 4,8% de teor alcoólico e 22 IBUs (Unidade de Amargor).
No visual, amarela e turva, creme claro de média formação e duração.
No aroma, frutas maduras, bem aromática! Sabe aquele cheiro de fruta quando você entra em uma feira, foi isso que senti!
No paladar, corpo leve, refrescante, fácil de beber e frutada. No aftertaste um leve amargor.


Crew Republic Roundhouse Kick
Uma Imperial Stout, com 9,2% de teor alcoólico e 71 IBUs (Unidade de Amargor).
No visual, preta, espuma marrom de média formação e duração, linda na taça!
Aroma, tostado, café, madeira e especiarias. 
No paladar, corpo médio, o café e o torrado aparecem com muita personalidade. O álcool está bem inserido e o aftertaste é torrado. Muito boa!


Crew Republic X 2.0
Uma barley wine com 10,1% de teor alcoólico e 65 IBUs (Unidade de Amargor).
No visual, linda, caramelo, turva, espuma bege de baixa formação e duração.
No aroma, caramelo, melado e madeira. 
No paladar, caramelo, baunilha, banana caramelizada, corpo médio/alto e álcool aparente principalmente no aquecimento. 
Final equilibrado, uma boa cerveja!

Nova cerveja Grimor chegando nas lojas


A cervejaria Grimor (Belo Horizonte/MG) lança a Grimor nº14, uma American IPA, com 5,6% de teor alcoólico e 45 IBUs (Unidade de Amargor).
A novidade deve chegar essa semana nos pontos de venda em todo país.

A Grimor faz parte da Inconfidentes Cervejarias Conjuradas, junto com a Vinil e Jambreiro. Uma única instalação com produção das três cervejarias.
Visite o site e conheça um pouco mais da história de cada uma.

15 julho, 2014

Stella Artois World Draught Masters 2014: Veja o vídeo da eliminatórias e da grande final


Veja como foi a edição de 2014 em Cannes do World Draught Masters, organizado anualmente pela Stella Artois.

Parte 1


Parte 2

Semana na Cerveja - 5 fatos que aconteceram nos últimos dias e você deveria saber...


- Copa Cervezas de América 2014 acontece em setembro no Chile, nos dias 2, 3, 4, 5 e 6. As inscrições encerram no dia 1º de agosto e o envio das amostras no dia 14 do mesmo mês. 
Para mais informações de envio, entre aqui.

- O Slow Brew Brasil, Festival de Cervejas Artesanais já está com tudo organizado para edição de 2014, nos dias 01 e 02 de novembro, em Ribeirão Preto. Entre no site e acompanhe as novidades!

- Aconteceu no final de junho, mais uma edição do Château Stella Artois, em  Campos do Jordão/SP. O evento celebra o início da temporada de inverno na cidade.

- Morreu na última segunda-feira (14/07) a cantora Vange Leonal, vítima de um câncer no ovário. Vange era uma grande cantora, com um talento enorme e beergeek assumida, criando inclusive um blog de cervejas artesanais, junto com Cilmara Bedaque, o Lupulinas
RIP Vange.

- O Viajante Cervejeiro ou também conhecido como Edson Carvalho, continua sua expedição por bares e cervejarias no Brasil. Seu projeto foi matéria da TV Band Santa Catarina, veja o vídeo abaixo.
Curitiba e Florianópolis são seus próximos destinos, se alguém quiser dar uma carona para o Edson, entre em contato com ele e não deixe de visitar o site.

14 julho, 2014

Novos rótulos norte-americanos chegando no Brasil (Garrafa e Chope)


Seis novos rótulos norte-americanos chegam nos próximos dias no Brasil, via importadora Beers on the Table.

Além das versões em garrafas, os rótulos da Moylan´s e da Lost Coast estão disponíveis na versão chope, todos trazidos ao país em containers refrigerados.

Black Diamond Moesaic 
Uma Session IPA, com 4,6% de teor alcoólico e 40 IBUs (Unidade de Amargor). Disponível em garrafas de 355 ml.

Eel River Triple Exulation
Uma Old Ale com 9,7% de teor alcoólico e 80 IBUs (Unidade de Amargor). Cerveja bem premiada e nota 97 no Rate Beer. Garrafas de 650 ml.


Lost Coast Tangerine Wheat Ale
Uma fruit beer, com 5,5% de teor alcoólico e adição de tangerina natural. É comercializada em garrafas de 355 ml e chope.

Lost Coast  Great White
Uma Witbier de 4,8% de teor alcoólico. Disponível em garrafas de 355 ml e chope.

Moylan´s Old Blarney 
Uma barley wine com 10% de teor alcoólico. Cerveja premiada, nota 96 no Rate Beer. Garrafas de 650 ml e chope.

Moylan´s Hopsickle Imperial Ale
Uma Imperial IPA com 9,2% de teor alcoólico e 100 IBUs (Unidade de Amargor). Produzida com os lúpulos Cascade, Simcoe, Columbus, Ahtanum e Chinook. Cerveja nota 99 no Rate Beer e muito premiada. 
Garrafas de 650 ml e chope.

Veja como foi a degustação da Moylan's com Peter Vad, do Master of Hoppets.

11 julho, 2014

Vídeo: Conheça um pouco mais sobre a cervejaria Crew Republic (Alemanha)


Richard Hodges e Jan C. da cervejaria alemã Crew Republic visitaram o Delirium Café Brussels na Bélgica e registraram tudo. Veja o vídeo logo abaixo:

A Crew Republic chega no Brasil via importadora Birgit.


Meet the Brewer: Crew Republic from Delirium TV on Vimeo.

Brewdog Hello My Name is Vladimir: Chega no Brasil a "Cerveja Protesto"


Chega hoje nos pontos de venda do Brasil a "cerveja protesto", como foi definida a Brewdog Hello My Name is Vladimir.

Tudo começou durante as Olimpíadas de Inverno na Rússia, quando o presidente Vladimir Putin criou leis homofóbicas e gerou protestos por todo o mundo.
A Brewdog resolveu assim criar sua cerveja protesto, a Hello My Name is Vladimir é uma Imperial IPA com 8,2% de teor alcoólico e 70 IBUs (Unidade de Amargor).

"Nós só queremos lutar por aquilo em que acreditamos. Estamos indo contra a legislação discriminatória assinado por Putin. Amamos a Rússia, mas não somos fãs de ninguém dizendo o que você pode e não pode fazer", disse o co-fundador da cervejaria, James Watt.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...