23 maio, 2018

Cervejaria Mikkeller de volta ao Brasil!


Depois de um hiato no mercado nacional, a cervejaria dinamarquesa Mikkeller, provavelmente a mais "cool" do mundo volta ao Brasil, agora via clube de cervejas Beer.com.br. 
Para entender melhor como será essa volta da marca, conversei com Taiga Cazarine, Beer Hunter responsável pelas marcas internacionais do clube. Segundo ela, esses primeiros rótulos estarão disponíveis apenas para associados agora em junho. Para o segundo semestre, novos rótulos da Mikkeller devem chegar e a comercialização em pontos de venda será estudada. Recentemente a Beer.com.br colocou alguns rótulos da cervejaria alemã Freigeist para venda, fora de sua plataforma online.

"Para mim é um prazer enorme em trabalhar na beer.com.br e que esse é resultado do esforço de todos nós. Com esse passo esperamos aproximar a marca ainda mais do Brasil. Além disso, essa conquista é reflexo do que queremos conquistar cada vez mais para os nossos clientes.", comentou Taiga.

Histórico da cervejaria no país:
A Mikkeller chegou pela primeira vez no Brasil em 2012, via importadora Tarantino, que na época já tinha o suporte da Multibeer. Em agosto do mesmo ano, Mikkel Borg veio ao país para sua primeira e última visita até o momento. O All Beers teve o prazer de bater um papo com ele em sua passagem pelo Empório Alto dos Pinheiros.


Nos anos seguintes surgiram algumas ações como o Mikkeller Running Club, grupo de corrida que nasceu na Dinamarca e tomou conta do mundo, inclusive da capital paulista.
A importadora Tarantino neste meio tempo fez outras parcerias financeiras com a Have a Nice Beer e Interfood, levando a Mikkeller para outras mãos.

O último evento que participei da Mikkeller foi em 2014, em uma degustação guiada da série "Mikkeller Forêt Series" no Brewdog Bar São Paulo (veja como foi essa degustação). Em 2015 lembro de ter provado algumas novidades que chegaram pela Interfood.


Desde então a marca foi sumindo do mercado, sendo possível encontrar apenas alguns rótulos sobreviventes das últimas importações. Em 2017, conversei com a importadora Interfood sobre a marca e eles confirmaram que a Mikkeller não constava mais nos planos futuros de importação.

Mikkeller Beer Celebration Copenhagen
Quando falamos de Mikkeller, não podemos esquecer do MBCC, evento anual da cervejaria e o paraíso de qualquer beer geek! Mikkel, organizador da festa, convida suas cervejarias preferidas do mundo e realiza um grande festival em Copenhagen - Dinamarca.
A edição de 2018 aconteceu recentemente e fizemos cobertura pelo instagram do All Beers (@allbeersbr - siga!), via nosso colaborador internacional Paulo Gomes!


Conheça os seis primeiros rótulos que chegam para os associados do Beer.com.br.

- Mikkeller I don't have a red shrimp | Pils
- Mikkeller Stick a finger in the soil | Pale Ale
- Mikkeller Hair in the mailbox | IPA
- Mikkeller Wood will fall down | Berliner Weisse
- Mikkeller Hva Såå?! | Belgian Ale
- Mikkeller Beer Geek Breakfast | Oatmeal Stout



Não é segredo para ninguém que a Mikkeller é uma das minhas cervejarias preferidas, facilmente no meu TOP 5! Torço para que no segundo semestre alguns rótulos cheguem nos pontos de venda em todo país!
Parabéns Beer.com.br pela novidade!


Não sabe do que eu estou falando? Vejo o vídeo abaixo:

22 maio, 2018

Vídeo & Fotos: Mondial de La Bière 2018 - São Paulo


E terminou o Mondial de La Bière 2018, primeira edição na capital paulista! Como foi? Muito bom! Respondo isso pela minha visão de eventos, dos expositores que em sua maioria se mostraram satisfeitos com o movimento, contatos e vendas e também pela visão do público que curtiu muito os quatro dias.


Percebi que algumas pessoas estavam tentando comparar as edições do Rio com a de São Paulo. Entendo que estamos falando do mesmo festival, mas também entendo que a edição carioca em 2013 enfrentou dificuldades, assim como a de São Paulo também. Nada como um ano depois do outro para melhorar alguns pontos, certo?

 TRILHA Magma, uma das minhas preferidas do evento!

Torço para as duas edições, espero realmente estar em 2019 no São Paulo Expo registrando a segunda edição e no segundo semestre estarei com certeza no Rio para acompanhar de perto a edição carioca, afinal, eu gosto muito de cerveja artesanal e realmente quero ver o sucesso tanto de eventos grandes como pequenos!

Gostei do espaço não ser muito amplo, assim não fica muito cansativo percorrer os stands. Não percebi filas nos banheiros, os pontos de água estavam bem distribuídos e também sem filas.
Vários lançamentos, muitas cervejas maturadas, sours, cervejarias novas dividindo espaço com outras já conhecidas e muitos cervejeiros presentes, fato muito importante!

O All Beers também foi até o metrô Jabaquara para acompanhar e sentir o serviço de van disponibilizado até o São Paulo Expo (valor incluso no ingresso). Perfeito, rápido e muito prático! Ponto positivo para organização!


Percebi nos dois dias uma movimentação e curiosidade interessante do público presente, e que deve aumentar nas próximas edições!

Dois pontos importantes de parcerias que merecem ser citados:
1º - As duas ilhas com 16 cervejarias da ConfraBeer SP, foi um espaço muito disputado e com muita variedade e ótimas opções.

2º - Eisenbahn convidando Ogre Beer e Landel para dividir as torneiras em seu estande. Foi outro espaço muito movimentado, eu mesmo encontrei vários amigos por lá e gostei muito de ver as duas cervejarias diferentes lá dentro!


Quais foram os melhores rótulos? Não gosto de pontuar as cervejas, prefiro dizer as que mais me agradaram. Foram elas: TRILHA Magma e RIStache, Dádiva Dark Forest, Seasons/TRILHA Quando eu crescer quero ser como você, Júpiter Flamingo, Satélite Soursat e MelonSat, Caravan/Heroica/Mad Dwarf Ultra Violeta, Synergy/Narcose Half Blind e Bodebrown Cacau IPA Wood Aged. Tiveram outras ótimas também, mas separei essas pelo equilíbrio e por algo que se destacou mais no meu paladar.


Vida longa ao Mondial em São Paulo, parabéns pela organização e nos encontramos no dia 5 de setembro, Rio de Janeiro, na edição carioca do Mondial de La Bière! Cheers!

Veja o vídeo do Mondial de La Bière 2018 - São Paulo:


17 maio, 2018

Mondial de la Bière São Paulo 2018: Veja a lista de lançamentos


Começa hoje em São Paulo a primeira edição do Mondial de La Bière, veja abaixo alguns lançamentos.

MANIACS BREWING
- Maniacs Baltic Porter: notas de chocolate meio amargo e baunilha, o primeiro lançamento da linha Maniacs Rebellion é complexa e macia ao paladar. Foi maturada em carvalho americano envelhecidas em whisky bourbon.
- Maniacs Run, Sweetie: uma Strong Dark Ale com adição de melado de cana e baunilha de Madagascar.
- Maniacs Moscow: notas de café, madeira e baunilha. Maturação em carvalho americano.

DOGMA
- Morning Gringo: Russion Imperial Stout com maple e café

ANTUÉRPIA
- Kremlin Reserva Amburana: Imperial Stout Wood Aged

AVÓS
- Good Morning Granny: Lançamento colaborativo com a Jacks Abby Craft Lagers

SYNERGY
- Half Blind: Sour com pêssego. Colaborativa com a cervejaria Narcose.

BLONDINE
- Pizo Czech: Bohemian Pilsner

BRAGANTINA
- Chocolatti Robust Porter: notas de pão de mel, chocolate e canela.

CARAVAN
- Ultra Violeta: Sour ale com mirtilo, framboesa, amora, uva, açaí e beterraba, Colaborativa com Heroica e Mad Dwarf.

COLORADO
- Hainu: porter
- Gabiru: IPA com gariroba e dry hopping de lúpulo Loral
- Summer Ale: Summer ale com goiaba
- Spixi: Barley wine com castanhas baru e licuri, chips de três tostas diferentes de caravalho francês embebidos em cachaça brasileira
- Pingado: Oatmeal stout com café envelhecido em barril de carvalho e lactose

CUESTA
- Red Flanders: Colaboração com cervejaria carioca Thristy Hawks, envelhecida em barris de vinho Bordeaux
- Barley Wine: Colaborativa com a cervejaria 5 Elementos de Fortaleza, envelhecida em barril de bourbon

BLACK PRINCESS
- Let's Hop: English IPA com 5,5% de álcool
- Doctor Weiss: Kristall Weizen com 5,2% de álcool
- Miss Blonde: Blonde Ale com 5,2% de álcool.
- Back to the Red: Red Lager com 5,5% de álcool.

DÁDIVA
- Dark Forest: Russian imperial stout
- It's a Bomb: Sour

DOKTOR BRAU
- Psicose Espacial: NE IPA com graviola, colaborativa com Cervejaria Satélite, une receitas da New England Endorphina (Doktor Brau) e da CryoSat (Satélite).

GUERRILHA
- Imperial Brown Porter: Maturada em carvalho, tem 7,8% de álcool, notas de caramelo e leve tostado.

HATOR
- Hop Sour Mango: Derivada da New Oasis, uma New England session IPA com adição de manga na maturação

HETTWER BIER
- Hettwer Barley Wine: Com 10% de álcool e maturada em carvalho.
- New England IPA: Notas de maracujá, pêssego e frutas amarelas.

JOPS
- Ribeer: American IPA

JÚPITER
- Flamingo: New England IPA com framboesa
- Macchiato: Porter com café e lactose
- Nébula: New England IPA

KREMER
- Kremer IPA

KRUG
- Ignorância: American double IPA com 10% de álcool, feita com seis lúpulos diferentes e dry  hopping da Centennial, Ella, Motueka e Citra.

LEUVEN
- Endless Sour: com pitanga e tangerina


LOS COMPADRES
- Mr. Binho: Double IPA com  rapadura

PAULISTÂNIA
- Viaduto do Chá: Hop lager com 5% de álcool, leva erva mate na receita

PRIMATA
- Irish Red Ale



SERVIÇO

Mondial de la Bière São Paulo 2018
Data: 17 a 20 de mai
Local: São Paulo Expo – Pavilhão 8 + área externa (Rodovia dos Imigrantes, km 1,5 – Vila Água Funda – São Paulo/SP)
Horário: Quinta (17) e sexta (18) das 17h à 1h; sábado (19) das 14h à 1h e domingo (20) das 14h às 20h.
Ingressos: Entrada Cervejeiro Solidário – R$ 66,00 + 1 kg de alimento; Meia entrada por lei – R$ 60,00
Passaportes (pacote de ingressos para os 4 dias): Entrada Cervejeiro Solidário – R$ 200,00 + 4kg de alimento (entregar 1 kg por dia); Meia entrada legal – R$ 180,00

Site: www.mondialdelabieresp.com.br

08 maio, 2018

Entrevista: Koala San Brew


Existem algumas cervejarias que você olha a proposta e já percebe algo de diferente, seja na atitude, no comportamento e na própria cerveja. Esses elementos podem até ser forjados e trabalhados no "cool" por algum tempo, mas em algum momento tudo isso desaba se não for verdadeiro.

A Koala San Brew, cervejaria de Minas Gerais, foi um dos casos que mesmo antes de experimentar a cerveja, eu já sentia algo interessante e real neles! Em alguns instantes e poucos goles eu percebi que o "lifestyle" da Koala estava totalmente inserido também na cerveja! Estava ótima! Qual foi? A Koala Livin' The Dream (Juicy IPA)!


Exatamente por isso entrei em contato com o Gustavo, proprietário da Koala para entender melhor como funciona a cervejaria, as ideias e o futuro.


All Beers - Quando e como surgiu sua vontade de fazer cerveja?
Gustavo - Faz muito tempo que essa vontade surgiu, mas não tinha a intenção de ser profissional. Nessa época eu era músico e queria fazer cerveja em casa, sem interesse em vender para ter liberdade de experimentar. Fiquei assim por muitos anos.

All Beers - Como surgiu o nome Koala San Brew?
Gustavo - Surgiu de um apelido meu que é Koala. Um amigo meu, que é mais velho sempre me chamava "koalinha"e foi ai que ele começou a me chamar pelo diminutivo japonês "San", assim pegou o Koala San. Quando surgiu a cervejaria, o nome foi fácil


 Gustavo (no meio da foto) produzindo cerveja com os amigos da
OMF Brewing em Denver - EUA

All Beers - Fale um pouco sobre a estrutura de vocês (cervejaria/tasting room/pista de skate...)
Gustavo - Temos uma micro fábrica que fica no bairro Jardim Canadá - distrito de Nova Lima e que faz divisa com Brumadinho. Estamos na BR040, sentido Rio de Janeiro.
Temos uma fábrica com estrutura aproximada de 6 mil litros mês, cozinha bem pequena. Temos o Taproom para receber as pessoas, organizamos lançamentos e hoppy hours.
Na parte do fundo, temos uma área aberta e pequena no esquema DIY (do it yourself), uma pista de skate que a própria galera do skate construiu.


All Beers - Como surgiu a festa Gratitude?
Gustavo - História bem interessante e longa! Escrevi uma artigo para Beer Advocate e New Brewer sobre o assunto.
Resumindo ao máximo, começou com uma cerveja colaborativa produzida no Colorado - EUA, mas não foi uma nova receita como geralmente acontece com as colaborativas. Pegamos uma cerveja nossa de linha, a Bad Motorfinger e produzimos lá.
Quando eu voltei para o Brasil, consegui viabilizar junto com um festival, a vinda do cervejeiro da Our Mutual Friend (OMF) de Denver, para o Brasil e assim produzimos a Proletariat.
Na data de lançar a cerveja, estavam coincidindo a mesma data nos dois locais, e assim fizemos o Gratitude nos dois países.


All Beers - Planos futuros?
Gustavo - Crescer gradativamente de uma forma orgânica, sempre visando qualidade, produtos experimentais, trazendo sempre algo novo e interessante. Cada vez mais estamos atuando no mercado norte-americano, fomos recentemente pra lá e participamos de três festivais com nossas cervejas. Pretendemos produzir algumas cervejas fora do país também.

Alguns rótulos lançados comercialmente pela Koala San Brew

Últimos lançamentos da Koala San Brew:
Mess of Wires (Coffee IPA), Plush (uma Double IPA colaborativa com a Dogma), Now or Never (Double IPA), Nuclear Fusion (Double IPA), 2''Tape (NE IPA) , Juicy Call (NE IPA colaborativa com Hocus Pocus, TRILHA e 5Elementos), entre outras.


Serviço
Não deixe de visitar a Koala San Brew:
Rua Niágara, 339, Jardim Canadá
Nova Lima - MG

03 maio, 2018

Mondial de la Bière São Paulo: Conheça as 66 cervejarias participantes e toda programação!



Sim, o Mondial de la Bière São Paulo está chegando e o All Beers estará lá! O evento acontece entre os dias 17 e 20 de maio, com 66 cervejarias – 30 delas paulistanas, que vão ocupar 6.000 m² de área do São Paulo Expo, levando ao público mais de 500 rótulos, entre lançamentos e exclusividades.

Vamos ao que interessa, a lista de cervejarias e expositores confirmados:

Allegra
Antuérpia
Avós
Babel
Backer
Baden Baden
Bier wein
Black Princess
Blondine
Bragantina
Brooklyn
Brugse Zot
Caravan
Campinas
Cervejaria Anthony Martins
Cervejaria Aurum Drinks (Bebop e Golden Queen Bee)
Cervejaria Bosteels (Deus, Karmeliet e Kwak)
Cervejaria Lupulus
Cervejaria Província
Cervejaria Val-Dieu
Cigana
Colorado
CozaLinda
Cuesta
Dádiva
De Halvemaan
Demokrata
Dogma
Doktor Brau
Eisehbahn
Erdinger
Goose Island
Guarubier
Guerrilha
Hator
Hausen Bier
Hettwer
Jops
Júpiter
Kremer
Krug
Landel
Leuven
Lohn
Los Compadres
Madalena
Mafiosa
Maniacs
Morada
Octopus
Paulaner
Primata
Satélite
StartUp
Straffe Hendrik
Suméria
Synergy
Tábuas
Trilha
Urbana
Van Honsebrouck
Castle Brewery
Viquim
Way Beer



Sistema de pagamento

O sistema de pagamento adotado para a feira é o Cashless da NETPDV, tecnologia que permite mais praticidade para os visitantes e expositores, otimizando o tempo na hora da compra de alimentos e bebidas. A recarga do cartão pode ser feita com dinheiro, cartão de débito ou crédito durante todo o festival, no balcão de recarga.

MBeer Contest Brazil

Concurso de degustação profissional de cerveja em que a avaliação é baseada nas qualidades intrínsecas da cerveja. Os juízes fazem as degustações às cegas, sem qualquer informação sobre o produto, identificando o estilo da cerveja através de uma análise sensorial.

Para analisar as competidoras e premiar os melhores rótulos, esta edição do concurso conta com um júri de peso. O peruano Diego Rodriguez, proprietário da Cervecería Barbarian, e o jornalista americano Tony Forder, do Ale Street News, representam o time de especialistas internacionais. Completam o júri os brasileiros Gabriel Di Martino, mestre cervejeiro da Arbor Brasil, Rafael Moschetta, da Weird Barrel Brewing Co., Pedro de Lucca, formado pela VLB-Berlin e sócio fundador da Ethos Ales & Lagers, e Bia Amorim, sommelière da Cervejaria Pratinha.

Ingressos
O ingresso “cervejeiro solidário” sai pelo preço especial de R$ 66 e 1 quilo de alimento não perecível e pode ser adquirido pelo site www.mondialdelabiere.com.br ou nos 18 pontos de venda distribuídos pela cidade – a lista se encontra no site. O valor inclui o copo Mondial, com duas marcações de degustação - 100 ml e 200 ml. Para quem quiser visitar os quatro dias do festival, há a opção dos passaportes promocionais (o da entrada cervejeiro solidário custa R$ 200 + 4 kg de alimentos não perecíveis, que devem ser entregues separadamente – um por dia).

O festival deve receber em torno de 20 mil visitantes e os alimentos doados serão distribuídos para 6 instituições da cidade: Tucca, Banco de Alimentos, Associação Prato Cheio, Anjos da Noite e Grupo SPA. Na edição de 2017, sediada no Rio de Janeiro, foram doadas 42 toneladas de alimentos.

Mondial de La Bière Rio from All Beers on Vimeo.

Atrações musicais
Palco da cerveja – Uma programação que vai do rock ao samba vai ocupar o palco do Mondial de la Bière São Paulo. No primeiro dia, as bandas Capitão Rob, O Bardo e o Banjo e D21 invadem o festival. No dia 18, o som fica a cargo de Animals eThe Cullents. No sábado 19, é a vez de Leo Uoya, Memora, Seu Roque, Banda Taiteln e Jackstone. Mouse Beer, Zen Serrano e Pepper Spray fecham a programação no domingo.

SERVIÇO
Mondial de la Bière São Paulo
Data: 17 a 20 de maio 2018
Local: São Paulo Expo – Pavilhão 8 + área externa (Rodovia dos Imigrantes, km 1,5 – Vila Água Funda – São Paulo/SP)
Horário: Quinta (17) e sexta (18) das 17h à 1h; sábado (19) das 14h à 1h e domingo (20) das 14h às 20h.
Ingressos: Entrada Cervejeiro Solidário – R$ 66,00 + 1 kg de alimento não perecível; Meia entrada por lei – R$ 60,00
Passaportes (pacote de ingressos para os 4 dias): Entrada Cervejeiro Solidário – R$ 200,00 + 4 kg de alimento não perecível (levar um por dia); Meia entrada legal – R$ 180,00
Site: www.mondialdelabiere.com.br

02 maio, 2018

Entrevista com Steve Grossman - embaixador da Sierra Nevada Brewery


A convite da Interfood importadora, o All Beers passou um dia inteiro na companhia de Steve Grossman, embaixador e irmão de Ken Grossman, proprietário da cervejaria Sierra Nevada.
Meu primeiro contato com Steve foi 2013, durante uma comitiva norte-americana da Brewers Association no país. Agora, completando três anos de importação, Steve volta para acompanhar o desempenho da marca Sierra Nevada em um país que segundo ele já tem uma cena cervejeira, com ótimos rótulos e muitas opções.

Logo quando cheguei, Steve já veio na minha direção lembrando de 2013 e falando em alto e bom som: "Que diferença de 2013 pra cá, agora sim vocês podem bater no peito e falar da cena cervejeira brasileira!". E foi nesse tom empolgado que começamos o almoço no Empório Alto dos Pinheiros, acompanhados por Teles Hortêncio e Michelle Rosas, da Interfood.

Uma dica: Você já leu o livro Beyond the Pale: The Story of Sierra Nevada Brewing Co? Publicação incrível sobre a história da cervejaria!

Depois do almoço realizamos uma degustação feita com rótulos trazidos na mala de Steve, foram três: Sierra Nevada BFD, Sidecar IPA e Hazy Little Thing IPA.


Sierra Nevada Hazy Little Thing IPA: Com 6,7% de teor alcoólico, essa é a NE IPA da Sierra Nevada. Veja a opinião de Steve na entrevista no final do post sobre a invasão do estilo New England IPA no mundo!
Frutas tropicais, turva, refrescante e amargor mediano que permanece no aftertaste. Sem esquecer da arte da lata que é linda!

Sierra Nevada Sidecar IPA: Ela será a substituta da Sidecar Pale Ale, disponível no Brasil, mas não por muito tempo. Se você ainda não provou, corra até uma loja e garanta a sua.
A laranja aqui está mais evidente do que a versão pale ale. Amargor moderado, mais equilibrada e refrescante.

Sierra Nevada BFD: uma blond ale com 4,8% de teor alcoólico. Refrescante, muito fácil de tomar e com amargor moderado. Bem equilibrada! Foi lançada recentemente nos Estados Unidos.

Os três exemplares da degustação estavam ótimos, vamos torcer para que cheguem em breve no Brasil!

Conversando com Steve durante o almoço, foram só elogios aos rótulos degustados no taproom da cervejaria TRILHA.

Degustação finalizada no EAP, partimos para a entrevista que você pode acompanhar na íntegra logo abaixo.
Na parte da noite, um evento aconteceu para imprensa e parceiros com o lançamento da Sierra Nevada Tropical Torpedo.


Veja a entrevista completa com temas como cena cervejeira nacional, brewpubs, NE IPAs, pequenos e grandes festivais, Beer Camp, cervejarias independentes nos EUA, entre outros.

24 abril, 2018

Central de Lançamentos: Abril 2018


Os lançamentos de abril em um único post! É o All Beers tentando cada vez mais facilitar a vida do seus leitores!



A cervejaria Caravan apresenta sua nova linha de cervejas, a Caravan Records, com três novos rótulos:
- Caravan Nude Hype - NE IPA (base)
- Caravan Coffee Hype - Com café envelhecido em Barril de Bourbon.
- Caravan Latte Hype - Com café envelhecido em Barril de Bourbon e lactose.



Novidades da Shipyard (EUA) que chegam no Brasil via Get Cervejas Especiais.
- Shipyard Finder – New England IPA – 7% ABV
- Shipyard Steady – American Pale Ale – 5.1% ABV
- Shipyard Vanilla Porter – 5.4% ABV
- Shipyard Coffee Porter – 4.5% ABV


Blondine Pivo Czech - Uma Bohemian Pilsner - 5% ABV



Mafiosa Crooner - American Strong Ale - 9% ABV



Sierra Nevada Tropical Torpedo - American IPA, 6,7% ABV


A cervejaria 5Elementos (Fortaleza-CE) e a Cuesta (Botucatu-SP) se uniram para lançar a Storm Mountain, uma Barley Wine com centeio, envelhecida em barricas de Whisky Bourbon por 5 meses. Com 14% de teor alcoólico.



A cervejaria RUIZ (Piracicaba - SP), lança 3 novos rótulos: RUIZ Sesh IPA, uma Session IPA com dry hopping do lúpulo Simcoe, a RUIZ Centennial IPA, uma clássica American IPA e a German Pils batizada de RUIZ 019 Pils.


Croma Green Force #1 - Juicy IPA utilizando apenas uma variedade de lúpulo - Citra.


Dádiva South Blossom, uma American Blond Ale, com dry hopping, 5,2% de teor alcoólico e produzido com o lúpulo Mantiqueira, 100% brasileiro.
O All Beers acompanhou a colheita de 2018 do lúpulo Mantiqueira, veja como foi:





Dogma Citra Mango - IPA - 6,4% ABV
Dogma/Koala San Brew Plush - Double IPA - 7,9% ABV


2Cabeças Papo Cabeça
- Uma Strong Golden Ale com 8.2% ABV


Perro Libre Salar Uyuni Gose - com adição de Cajá, Caju e sal de Salar de Uyuni (Bolívia) - 4.7%


Octopus Echoes - NE Triple IPA
Octopus Locomotive Brett - Brett IPA


Greene King East Cost IPA Nitro (UK)


Júpiter Nébula - NE IPA - 6,8% ABV


Cervejaria Nacional/5Elementos Mangue Peach - Juicy Sour com pêssego - 5,5% ABV
Cervejaria Nacional/Júpiter Flamingo - NE IPA com Framboesa - 6,2% ABV


Ampolis Antonio Carlis - Uma Imperial Stout com 10% de teor alcoólico, com nibs de cacau e chips de barris de carvalho utilizados para envelhecimento de Whisky.


Narcose/Synergy Half Blind Peach Gose - com adição de pêssego


A Caatinga Rocks, de Alagoas, aumenta sua distribuição e chega no sudeste com quatro rótulos:
- Caatinga Rocks Pura Vida Surf Ale - Summer Ale - 4,5% ABV
- Caatinga Rocks English Serelepe Brasileira - English Ale - 5,5% ABV
- Caatinga Rocks Cangaço's Kingdom - Double IPA - 8,5% ABV
- Caatinga Rocks Zumbi Republic - Imperial Tropical Stout - 7,5% ABV


Novo rótulo da cervejaria alemã Fürstenberg, que chega no Brasil via Casa Flora Importadora.- Fürstenberg Black Forest - German Pilsner - 4,8% ABV
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...